MEGA DA VIRADA 2013 - RESULTADO NA VISÃO DO TRIÂNGULO DO SORTEPRESS

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014 15:17 By Lucio Neto

As seis dezenas do prêmio milionário da Mega da Virada estavam fáceis de serem vistas no Triângulo Místico do SortePress. Mas, como o próprio nome diz, ele é "místico" e os números só são revelados a quem tiver realmente merecimento.

Você pode até pensar que existe fraude ou manipulação. Pode ser. Eu mesmo nunca duvidei e já cheguei a ser ameaçado de ser processado pela Caixa Econômica - Divisão de Loterias, por vários posts publicados mostrando as minhas dúvidas.

Acho que o dono da banca sempre arranja um forma de ser beneficiado. Por exemplo, essa persistente "sorte" de pequenas cidades entre 2 mil e 20 mil habitantes em conquistar grandes prêmios. É um fato.

Mas, não quero iniciar o ano reclamando. Quem deve investigar se há ou não fraude é a Polícia Federal. Como jornalista já fiz o meu papel. Agora, quem de direito deve se pronunciar.

O que eu posso garantir é que se houver mais transparência, inclusive substituído esta roleta de quermesse por um esquema mais profissional, os assinantes do SortePress conquistariam muito mais prêmios do que têm conquistado.

NO FINAL DESTA EDIÇÃO UMA REPORTAGEM COM OS GANHADORES

Confira na visão do Triângulo Místico do SortePress as seis dezenas sorteadas: 20-30-36-38-47-53:


Para entender, basta seguir os indicativos a partir da dezena 20, na parte inferior do triângulo. Os números assinalados em marrom representam a TDS - Trilha das Dezenas Sorteadas. Com exceção da TDS 01 e 06, todos estão com os Códigos Avançados: 246=02; 349=03; 446=04; 549=05.
Logo abaixo do Triângulo temos um resumo de cada uma das dezenas e seus indicativos e na sequência o Mapa de Códigos apenas com as dezenas sorteadas.

Para assinar o SortePress e tentar a sorte em 2014 com boas chances de acertos, clique aqui.

Resultado oficial da Caixa aqui

Mega da Virada: alegria dos novos ricos e frustração de quem perdeu a chance

RIO, CURITIBA E SALVADOR — Três dias depois de divulgado o segundo maior prêmio desde que a Mega-Sena da Virada começou, em 2009, apostadores começaram a retirar a bolada, enquanto outros, menos afortunados, lamentaram por pouco não terem entrado no seleto grupo dos novos milionários. O rateio foi de R$ 224.677.860. Quatro apostas acertaram as seis dezenas da Mega-Sena da Virada 2013, sendo duas no Paraná, uma em Alagoas e uma na Bahia.
Em Teofilândia (BA), o primeiro dia útil de 2014 foi marcado por um misto de alegria, arrependimento, sonho, medo e clamor por mais segurança. Tudo por conta do bilhete premiado, que foi pago a um grupo de 22 pessoas que trabalha no Hospital Municipal Waldemar Ferreira de Araújo e investiu R$ 100 no bolão. Agora, cada um deve receber pouco mais de R$ 2 milhões. Os vencedores são duas cozinheiras, quatro funcionárias da limpeza, cinco motoristas, cinco técnicas de enfermagem, três vigilantes, uma enfermeira, uma recepcionista e um diretor.
Um dos amigos dos ganhadores disse que seu nome era um dos primeiros da lista do bolão, mas acabou excluído por não ter pago sua parte no dia da aposta.


— O organizador resolveu adiantar a aposta e como eu viajei e acabei não pagando, meu nome foi retirado da lista. Não era pra ser — disse o funcionário, que não quis se identificar.
Melhor sorte teve o diretor Valdemir de Assis, 43 anos, casado, quatro filhos:
— Resolvi participar pela primeira vez e dei sorte. Mas não mudará muita coisa em minha vida, afinal minha família é muito grande e pobre, assim como a de minha esposa.
Quando recebeu a notícia dos colegas, Valdemir disse ter ficado “sereno”. Na virada do ano, “como sempre faço, abri um espumante e brindei com minha esposa”. Ele não quis entrar em detalhes sobre o salário que recebe, mas disse que o prêmio vai melhorar um pouco a qualidade de vida da família:
— Sairei do aluguel mensal de R$ 500, mas continuarei trabalhando.
Uma das vencedoras, Maria Lúcia deixou a cidade na noite de quarta-feira. Há mais de 20 anos, ela trabalhava no hospital. No quintal da casa de estrutura muito precária, apenas uma cadela, um cachorro e algumas galinhas ciscando. Vizinha de Maria Lúcia, Marivalda Andrada disse que a viu chorando na tarde do dia 1º:
— Achei que foi de emoção. E, por volta das 22h, um carro parou em sua porta, pegaram algumas coisas e ela partiu. Acho que perdi uma amiga, mas estou muito feliz pela sua conquista.
Na cidade, o prêmio de Maria Lúcia foi visto como a mais merecido.
— Ela é muito pobre e sofredora. Mãe de 10 filhos, sendo dois deficientes físicos. Tinha dia que, por falta de dinheiro, ela andava até o trabalho. São mais de 9km. Deus foi muito justo com ela. Estou muito feliz — disse Ademilson Ramos.
Na casa de uma das filhas de Maria Lúcia, Junior, genro da vencedora, pediu que a equipe de reportagem fosse embora:
— Não se brinca com dinheiro, aqui é uma cidade sem nenhuma segurança, e vocês da imprensa vão acabar cavando a nossa sepultura.
A preocupação com a segurança não é à toa. Segundo o delegado Getulio Queiroz, na cidade existe “dificuldade de pessoal”.
— Trabalho com apenas dois agentes e um escrivão — contou Queiroz, lembrando que a a Polícia Militar trabalha com oito homens e em regime de revezamento: — Só mesmo com a ajuda de Deus.
Motorista do hospital, Antônio Matos disse conhecer todos os vencedores:
— Nenhum veio trabalhar. Eles não estão preocupados com demissão.
Matos é evangélico e não joga. Mas acredita que será beneficiado, pois um dos ganhadores, além de ser motorista, é vereador (PDT). Matos é seu suplente.
Dono da lotérica onde a aposta foi feita, Antônio Ramos lembra que teve o estabelecimento assaltado duas vezes — no último assalto, ele foi baleado no ombro — e que a casa também foi arrombada. Para ele, o prêmio pode servir para reforçar a segurança na cidade:
— Estava me programando para mudar de atividade. Agora, com essa verba circulando no município, o prefeito terá mais força para reivindicar proteção.
Na pequena Palotina, no Paraná, sete das dez cotas do bolão vencedor já estão nas mãos dos novos milionários. Cada cota é de R$ 5,6 milhões. O ganhador de Curitiba, que fez um único jogo pelo preço de R$ 2, também já está com os mais de R$ 56 milhões, retirados na tarde desta quinta-feira.
Um suposto apostador paranaense registrou boletim de ocorrência relatando o furto do bilhete ganhador, que teria desaparecido em um lava a jato de Curitiba. No registro, Aníbal Fayez Marraui diz que viajou no dia 24 de dezembro e deixou o carro com a irmã, que levou o automóvel para lavar. Quando voltou, teria constatado o sumiço. Com o aparecimento do ganhador em Curitiba, Marraui pode responder, segundo a Polícia Civil, por falsa denúncia.

Fonte: O Globo


0 comentários: